Metade dos candidatos a governador do PDT não irão apoiar Ciro e abrirão seus palanques para Lula

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves, senador Weverton Rocha, prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, e o ex-ministro Ciro Gomes

247 – O PDT, do presidenciável Ciro Gomes, terá candidaturas a governador em seis estados e três candidatos irão apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT):  Rodrigo Neves, no Rio de Janeiro; Weverton Rocha, no Maranhão; e Edvaldo Nogueira, em Sergipe. Formalmente, os três abrirão o palanque ao candidato do seu partido, Ciro Gomes.

O presidente do PDT, Carlos Lupi, afirmou que respeita a realidade política local. “Ninguém está acorrentado no processo político”, disse. O relato foi publicado pela coluna de Josias de Souza, no portal Uol.

O dirigente confirmou o voto em Lula em um eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro. “Se for Bolsonaro ou seus representantes, com certeza, não estaremos com Bolsonaro, estaremos com Lula”, afirmou.

Nesta semana, o ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves falou sobre a necessidade de se fazer uma aliança “sólida e histórica aliança entre trabalhistas e petistas”.

Pesquisa Exame/Ideia, divulgada nesta sexta-feira (11), apontou que Lula vence todos os adversários tanto no primeiro como no segundo turno. 

Outro levantamento, Genial/Quaest, mostrou que o petista alcança 48% dos votos, contra 21% de Jair Bolsonaro. Levando em consideração apenas os votos válidos, o ex-presidente teria 56%.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter