“Bolsonaro é o maior colecionador de crimes em larga escala do mundo”, diz Damous sobre descaso com enchentes na Bahia

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
www.brasil247.com - Wadih Damous e Jair Bolsonaro

247 – O advogado e ex-deputado Wadih Damous (PT) criticou Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (27) pelo abandono da população do sul da Bahia, que sofre uma das piores enchentes dos últimos, com 20 mortes já registradas. 

“Bolsonaro é o maior colecionador de crimes em larga escala do mundo. Por ação e omissão. Sair de férias e dar uma banana para o povo baiano desabrigado pelas enchentes é mais um na sua extensa coleção”, disse Damous pelo Twitter. 

Jair Bolsonaro (PL) falou a jornalistas nesta segunda-feira (27), em Santa Catarina, e não comentou a situação do povo baiano. O chefe do governo federal preferiu novamente falar contra a vacinação de crianças contra Covid-19, afirmando que não permitirá a imunização de sua filha mais nova, Laura, de 11 anos.

De acordo com a Secretaria de Comunicação da Bahia, o estado contabiliza 31.405 desabrigados e 31.391 desalojados, segundo dados enviados pelas prefeituras e totalizados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec). O total de municípios afetados chega a 116, sendo que 100 deles já decretaram situação de emergência.

Foram registrados ainda 358 feridos e 20 mortos. Os dois óbitos mais recentes ocorreram em Itabuna: uma mulher de 33 anos, vítima de desabamento, e um homem, de 21 anos, levado pela correnteza. O total de pessoas afetadas é superior a 470 mil (471.009).

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Últimas Notícias

Tv Bate Tuntum

Siga-me